Newton Moreno, um poeta dos palcos escreve texto para Lília Cabral

5 mar

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo (michel@aplausobrasil.com)

Lília Cabral viverá MARIA DO CARITÓ, sob direção de João das NevesNewton Moreno, ator e diretor, ganhou reconhecimento por sua excelente dramaturgia da crítica especializada e do público. E não é só: atrizes de qualidade e sedentas em encenar textos da dramaturgia contemporânea nacional, “encomendam” textos ao autor. Duas de suas peças, lançadas no dia 5 de dezembro do ano passado, pela editora Terceiro Nome, são pérolas poéticas encomendadas por Andréa Beltrão e Marieta Severo, As Centenárias, e a inédita Maria do Caritó por Lília Cabral, com estreia prevista para o começo deste ano.

Um traço interessante na dramaturgia desses dois textos “encomendados” é o livre trânsito pelos costumes do interior nordestino – as carpideiras, a virgem prometida como esposa a um santo – para tratar de temas universais como a morte, a fé e o amor, numa linguagem que segue tradições populares como o circo-teatro.

Newton conta que se formou nesse “caminho entre o litoral e o interior nordestino”, e que esses temas acorrem em seu repertório por isso. Afirma, ainda, que a preocupação em retratar o folclore do povo nordestino é secundário, pois sabe que “o que interessa ao público são boas histórias, não importa se o cenário é o Cariri nordestino ou a periferia de São Paulo”.

Ainda em sua Recife natal (PE), Newton Moreno cursou o CFA, um curso técnico de formação de atores ministrado por “professores da Universidade Federal de Pernambuco”.

O autor Newton Moreno

Em São Paulo ele veio atrás de outro destino: o Turismo, trabalhando no ramo da Hotelaria. Mas, conta ele, “após um ano não me aguentei e decidi retornar ao teatro”. Do curso técnico ele passou pro meio universitário e completou o bacharelado na Unicamp, onde conheceu muitos dos profissionais com os quais trabalha até hoje. No entanto, ele reconhece que a mudança do ambiente teatral de Recife para São Paulo “foi pensada e macia porque fui, aos poucos, desenhando meu caminho para a cena paulista”.

Lá na Unicamp, Newton despertou para a dramaturgia, escrevendo esquetes sobre diversidade sexual, outro viés temático que desenvolve. À convite de Celso Curi, crítico, promotor teatral e dono o Guia Off, apresentou tais esquetes, numa leitura dramática, reunidos sob o título Deus Sabia de Tudo… que ganhou montagem em 2001 por um grupo de atores que tornou-se o grupo Os Fofos Encenam, hoje uma das mais bem-sucedidas companhias paulistanas. Depois veio Dentro, escrita para a Mostra de Dramaturgia Contemporânea do SESI, e a montagem de Agreste, dirigida por Márcio Aurélio, que laureou sua carreira. “Senti que se artistas que eu admirava se inquietavam com minha escrita, eu deveria continuar nesta seara. Gosto de escrever para provocar uma cena diferente”.

O autor diz conhecer pouco a cena teatral nordestina, mas sabe  que “a cena de Recife e Salvador são muito fortes. Conheço e admiro a Cia. Clowns de Shakespeare, sediada em Natal, e o Coletivo Angu de Teatro. Conheço um pouco da dramaturgia de Luiz Felipe Botelho, Marcos Barbosa, Lourdes Ramalho. Tenho apreço pela dramaturgia que o Nordeste produz. Penso também que os festivais e mostras do Nordeste têm ajudado a criar espaços para a troca e aprimoramento de muitas companhias. Gostaria de contribuir e que mais escolas fossem desenvolvidas no Nordeste. Acredito imensamente”, completa.

As Centenárias & Maria do Caritó

Newton Moreno

Especificações: brochura | 14 x 21 cm | 200 páginas
Projeto Gráfico: Antonio Kehl
Preço: R$ 32,00
ISBN 9788578160470

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: