Tereza Salgueiro veleja sob um oceano musical

30 nov

Edson Júnior, especial para o Aplauso Brasil (edson@aplausobrasil.com)

Tereza Salgueiro apresenta "Voltarei a Minha Terra" no Rio de Janeiro

Portugal aportou no Teatro Alfa para duas apresentações do show “Voltarei a minha Terra” pelas mãos delicadas e seguras de Tereza salgueiro.  Consagrada como vocalista do conjunto lusitano Madredeus, Tereza segue com seu quarteto para o Rio de Janeiro onde se apresenta apenas amanhã, no Teatro Oi Casa Grande. Sem dúvida, um programa imperdível.

A soprano conduziu o cancioneiro de sua pátria esquadrinhando os  ritmos, melodias e tradições desde a idade média à atualidade.  Contudo, o peso quase enciclopédico de tantos anos de música suavizou-se na emissão precisa e interpretação generosa que não poupou um certo didatismo. Bem vindo, pois a platéia aprendeu mais inclusive sobre a diferença do fado cantado em Lisboa e Coimbra, e a explicação diminuiu um possível hiato sonoro, já que em nosso cotidiano outro idioma bem mais estrangeiro domina as rádios e as lojas de discos.

Tereza Salgueiro  compôs assim uma paisagem  musical que podia até ser tocada devido ao grande equilíbrio de todos os elementos que compunham a cena.

No roteiro do show, não estavam inclusos apenas  canções do disco “Matriz”, base para o espetáculo,

Tereza Salgueiro apresenta show do recém-lançado "Matriz"

lançado no último ano, havia ainda Ceifa canção de domínio público,  quatro do repertório de José afonso “ Fui a beira do mar”, “ Que amor não me engana”, “cantigas de maio” e “balada de outono” . “ Voltarei a minha terra” (Tiago Torres da Silva/ armandinho) o fado “recordação” á tradição de Lisboa,  “ Por este Rio acima” Fausto Bordalo Dias.

Houve espaço para a intérprete relembrar seu disco “Você e eu” (2007), gravado sob a regência do maestro e pianista  João Cristal que sob o seu piano conduziu  Tereza em duas canções brasileiríssimas “Modinha” ( Vinícius de Morais / Tom Jobim ) e valsinha ( Vinícius de Moraes/ Chico Buarque) e, entre o 1º e 2º ato, relembrou, sozinho, “da cor do pecado” ( Bororó).

A presença de canções brasileiras, não desviou a proposta do show, ao contrário, integrou e aqueceu ainda mais uma platéia emocionada e entregue à cena.

A contemporaneidade e indissocíavel presença do Madredeus, o mais famoso e internacional grupo português de todos os tempos, do qual Tereza fez parte durante 21 anos, esteve presente com Senhores da guerra ( Francisco ribeiro) e O pastor que tem versos de Pedro Ayres Magalhães musicados pelo Madredeus.

Tereza Salgueiro
Show – “Voltarei a Minha Terra’

Rio de Janeiro:
Dia 01/12 às 21h00

Teatro Oi Casagrande
Rua Afrânio de Mello Franco 290, Leblon

Bilheteria: (21) 2511-0800

INGRESSOS:

Setor Preço
Camarote R$ 300,00
Platéia VIP R$ 300,00
Platéia Setor 1 R$ 250,00
Balcão Setor 2 R$ 200,00
Balcão Setor 3 R$ 180,00

Venda para grupos e comunidade portuguesa: 11 3803-9964 – Manufatura da Cultura

Site  http://oicasagrande.oi.com.br/conteudo.php?areaid=7&id=1741

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: