Danton Mello vive filho da "supermãe" Ana Lúcia Torre em comédia dirigida por Alexandre Reinecke

10 jan

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

"Como se tornar uma supermãe em 10 lições" - foto de João Caldas

SÃO PAULO – A partir da próxima Sexta, dia 13, os risos estão garantidos para quem for ao Teatro Gazeta. Estreia lá, a comédia Como se tornar uma super mãe em 10 lições, peça que no início da década de 1990, levou multidões ao teatro, quando foi estrelada por Eva Todor. Eu, que fui um destes espectadores, lembro rindo tanto da genial interpretação de Eva, quanto do excelente texto de Paul Fuks. A peça, interpretada por elenco de afiadíssimos comediantes, é contada a partir das lembranças de Daniel (Danton Mello), um típico bom filho judeu, que tenta ministrar uma palestra no dia em que recebe um importantíssimo prêmio de “algebrologia sintagmática”. Na primeira fila do auditório está sua super mãe (Ana Lucia Torre), que o interrompe a todo o momento para perguntar se ele está com as devidas roupas que o protegem do frio e alergias. Até que o submisso filho resolve contar sua história e as consequências da educação de uma mãe superprotetora.Dessas lembranças também surgem Papa (Ary França), o pai apático, que nunca fala nada apesar de estar sempre presente, e Annete (Flavia Garrafa), a irmã que se ressente pela atenção da mãe ser quase toda voltada ao filho homem.

Há também um médico, um psiquiatra, o namorado de Annete, duas namoradas de Daniel e um casal de amigos judeus, mais velhos, todos interpretados pela dupla de atores Flávia Garrafa e Luciano Gatti.

Apesar de não ter assistido à montagem de Wolf Maya, o diretor Alexandre Reinecke lembra-se do estrondoso sucesso. Para ele, faz parte da história da dramaturgia falar de mães superprotetoras e problemas de família.

Danton Mello e Ana Lúcia Torre

“Esta é uma peça divertidíssima e extremamente atual que sempre é montada pelo mundo, pois apesar de ser calcada numa típica família judia e seus chavões, fala um pouco de cada um de nós. De nossas carências, medos, desejos e consequências de nossas educações”, afirma Reinecke. E completa: “a superproteção é o grande perigo de uma educação, agora e sempre. Pois quando nos pegamos protegendo um filho de tudo e de todos, corremos o risco de vê-los crescerem inseguros, tímidos e despreparados para o mundo lá fora, cada vez mais competitivo e egoísta”.

Ana Lucia Torre já conhecia o texto e disse sim ao casamento proposto por Reinecke: “o Alê, me propôs esse casamento gostoso, que já existia entre diretor e atriz por termos trabalhado juntos duas vezes. Eu adoro o texto, disse sim, trocamos alianças e estamos aqui”, conta a atriz que também é produtora associada ao lado de Reinecke e Marcella Guttmann. “Como o próprio texto diz: é preciso ser mãe para se tornar uma mãe judia? Não! Portanto, se todos podemos ser mães judias e eu sou mãe, logo…”, brinca Ana Lúcia que interpreta a mãe dominadora e onipresente, que acaba por marcar incisivamente sua personalidade na vida de cada membro da família. “Eu, sinceramente, não me considero uma mãe superprotetora, mas o que fazer se meu filho “NÃO VIVE SEM MIM” e, definitivamente e com toda sinceridade, “ELES NÃO CUIDAM DOS MEUS NETOS COMO ELES MERECEM?”, diverte-se a atriz citando trechos de sua personagem.

COMO SE TORNAR UMA SUPER MÃE EM 10 LIÇÕES Teatro Gazeta (640 lugares) Avenida Paulista, 900 – Térreo Informações: 3253.4102 Bilheteria: de terça a quinta e domingo, das 14h às 20h. Sexta e sábado das 14h às 22h. Aceita cartões de débito e dinheiro. Cartão de crédito somente pelo site ou telefone. Estacionamento: convênio com MultiPark (Rua São Carlos do Pinhal, 303 – subsolo do teatro. R$ 12. Ou Av. Paulista, 867 (com selo do Teatro) R$ 12 Vendas: www.teatrogazeta.com.br e 4003.1527 Sextas às 22h30; Sábados às 22h; Domingos às 20h Sexta e Domingo R$ 50. Sábado R$ 60 Duração: 80 minutos / Recomendação: livre / Estreia 13 de janeiro de 2012 Temporada: até 02 de junho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: