Tag Archives: ozzetti

Luiz Tatit estreia série de shows com convidados no CCBB-SP

9 jul

Maurício Mellone, editor do Favo do Mellone site parceiro do Aplauso Brasil(aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Jonas e Luiz Tatit por alessandra Fratus

Ao lado do filho, o violonista Jonas Tatit, o cantor e compositor recebe a cada semana um convidado: serão Ná Ozzetti, Zélia Duncan, Zé Miguel Wisnick e Marcelo Jeneci. As apresentações acontecem às terças de julho em dois horários, às 13 e às 20h

SÃO PAULO – A Canção Sem Fim: Luiz Tatit e seus convidados é o nome da série de shows que o cantor e compositor paulistano apresenta a partir desta terça, no CCBB-SP, bem no centro da cidade. Os shows serão em dois horários: o primeiro na hora do almoço às 13h e o segundo no tradicional happy hour, às 20h.

A estrutura do show é bem enxuta, vozes e apenas dois violões, o do próprio Luiz Tatit e o do seu filho Jonas. A cada semana há um convidado especial; quem abre a série é a cantora Ná Ozzetti, parceira de Tatit desde os tempos do grupo Rumo, nos anos 1980.

Na segunda semana quem sobe ao palco com o músico é a cantora Zélia Duncan, que já apresentou o espetáculo Tô Tatiando em que interpretava as personagens das canções de Tatit. Continue lendo

Ná Ozzetti em apresentação única no Auditório do Ibirapuera

5 dez

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo (michelfernandes@superig.com.br)

balagandãs“Silêncio, façam alas, ordem, respeito e nem um grito de bamba, quero os tamborins de grande gala que vai passar” a imperatriz do samba, parafraseando Waldemar Silva, compositor de Imperador do Samba, música que abre Balangandãs, show de Ná Ozzetti que tem apresentação única logo mais, 21h, no Auditório do Ibirapuera, convidamos nosso leitor da maneira mais respeitosa que esse espetáculo merece a não perder a única apresentação que ele terá.

Assisti, ainda no primeiro semestre do ano, a estréia de Balagandãs e recordo que Ná Ozzetti disse que o trabalho era fruto de uma admiração que nutria, desde sua juventude, por nossa “Imperatriz do Samba”, Carmen Miranda, e acendia refletores em composições menos comuns (se é que isso é possível!) do repertório interpretado no início da carreira da Brazilian Bombshell. A leitura dada por Ná nas músicas faz jus ao Prêmio Bravo! Prime 2009 de Melhor CD de MPB que Balangandãs traz em sua bagagem.

Além de Ná-Carmen sobem o palco os músicos-Bando da Lua (grupo que, por anos, seguiu Miss. Miranda) Dante Ozzetti, Mário Manga, Sérgio Reze e Zé Alexandre Carvalho, nesse show que traz canções de Assis Valente (Camisa Listada, Recenseamento), Synval Silva (Adeus Batucada, Ao voltar do samba), Ary Barroso (Na batucada da vida), Dorival Caymmi (A preta do acarajé) e Braguinha (Touradas em Madri), entre outros. Continue lendo