Tag Archives: temporada

L’illustre Molière abre a temporada 2012 no Teatro Popular do SESI

1 fev

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

"L’illustre Molière"

SÃO PAULO – A partir de amanhã, o Teatro Popular do SESI apresenta a montagem L’Illustre Molière, da Companhia D’Alma. Em cartaz até o dia 26, a peça terá sessões gratuitas de quarta-feira a sábado, às 20h30, e aos domingos, às 20h.

Ambientado no séc. XVII, o espetáculo retrata momentos marcantes da vida e obra do famoso dramaturgo francês Molière. Cada cena tenta recriar a efervescência da criatividade do autor, a trajetória artística de sua companhia teatral e as particularidades de sua época.

Para potencializar a ambientação da época, o público é conduzido a um cenário que recria o Teatro Ilustre, onde o artista e sua companhia trabalharam. Continue lendo

Cozinha é ponto de partida para a Cia. de dança Sasha Waltz & Guests

28 out

Redação do Aplauso Brasil (aplauso@gmail.com)

Das Stueck "Travelogue I - Twenty to eight" von Sasha Waltz im Radialsystem V am 21. 12. 2007 in Berlin.

A companhia alemã é a atração de sábado (29) e domingo (30) na Temporada de Dança do Teatro Alfa 2001 com a coreografia Travelogue I – Twenty to Eight.

SÃO PAULO – Estreando em palcos brasileiros, a Sasha Waltz & Guests, fundada em Berlim, em 1993, por Sasha Waltz e Sandig Jochen, a companhia apresenta Travelogue I – Twenty to Eight, apenas sábado (29), 21h, e domingo (30), 18h, na Temporada de Dança do Teatro Alfa 2011.

Sasha Waltz concebeu Travelogue I – Twenty to Eight., a coreografia que a lançou no cenário internacional, tendo a cozinha como ponto de partida. Neste local doméstico, cinco pessoas se encontram. A cozinha funciona como um espelho no qual rituais, hábitos e modelos de comportamento podem ser observados e refletidos assim como eles verdadeiramente são. Nesse espaço cênico, os personagens, neuróticos e obsessivos em suas ações, solitários e perdidos, permanecem como prisioneiros de suas próprias estruturas sociais, incapazes de encontrar um caminho. Continue lendo

Coreografia inédita de Pina Bausch inicia Temporada de Dança 2011 do Teatro Alfa

13 abr

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Ten Chi" - Eddie Martinez, Azusa Seyama, Fernando Suels - UrsulaKaufmann

A Temporada de Dança 2011 do Teatro Alfa começa mais cedo, nesta quinta-feira (14), por um excelente motivo: receber a Pina Bausch Tanztheater Wuppertal, uma das maiores companhias do mundo, um nome mágico no mundo das artes e da cultura. Com 38 integrantes entre bailarinos e técnicos, o grupo fundado por Pina Bausch em 1973, retorna ao Teatro Alfa pela quinta vez, desde 2000, para apresentar Ten Chi (Céu e Terra), coreografia inédita no Brasil, criada no Japão em 2004, fruto da residência da coreógrafa naquele país. Ten Chi terá cinco apresentações até domingo (19).

O espetáculo é o último de uma série que pode ser chamada de relatos de viagem coreografados – obras fortemente influenciadas e inspiradas na cultura da localização geográfica de sua criação. Continue lendo

Cia. de Pina Bausch inicia “Temporada de Dança 2011"

9 mar

Michel Fernandes, especial para o Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

"Ten Chi" é o primeiro espetáculo da"Temporada de Dança de 2011""

Em junho de 2009, o universo da dança perdeu Pina Bausch, figura de proa da dança-teatro contemporânea, e, mesmo assim, em setembro do mesmo, a Pina Bausch Wuppertal Tanztheater apresentou Café Müller e A Sagração da Primavera, dois espetáculos de seu repertório que estiveram em 1978 em solo nacional. Agora, a Temporada de Dança 2011 do Teatro Alfa abre em abril com a apresentação de Ten Chi, espetáculo que desde 2004 está no repertório da cia. de Wuppertal.

Além do espetáculo que Pina Bausch criou em homenagem ao Japão, da série de espetáculos em homenagem à diferentes culturas e países, esse será o ano da estreia de novos trabalhos d trupes consagradas como o Grupo Corpo, cujo trabalho, ainda sem nome, terá trilha originalmente composta por José Miguel Wisnik em parceria com o galego Carlos Nuñez,e, também, reapresentará O Corpo, de 2000, com música de Arnaldo Antunes. Continue lendo

Cloud Gate Dance Theatre se apresenta no Teatro Alfa

27 set

Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Coreografia teve como ponto de partida "O Jardim das Cerejeiras", de Tchekhov

Reconhecida internacionalmente como uma das melhores companhias do mundo, a Cloud Gate Dance Theatre, retorna com a estreia no Brasil da coreografia Whisper of Flowers, no próximo sábado (2) na Temporada de Dança do Teatro Alfa 2010.

Whisper of Flowers, espetáculo especialmente criado para o Festival Tchekhov desse ano, em Moscou, na edição dedicada aos 150 anos do nascimento do grande escritor russo, é baseado em O Jardim das Cerejeiras, texto importante da dramaturgia de Tchekhov.

A coreografia deixa de lado personagens e enredo da peça original para explorar o tema da exuberância da juventude que acaba por ceder lugar aos tons mais sombrios do amadurecimento. Continue lendo

Ritual que celebra a vida: o Butô da Sankai Juku

13 set

Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Tobari" o butô da Sankai Juku

Em apenas três apresentações – terça (14), quarta (15) e quinta-feira (16) –, a companhia japonesa Sankai Juku apresenta o espetáculo Tobari – Como Num Fluxo Inesgotável, inédito no Brasil como a segunda companhia a estrear na Temporada de Dança do Teatro Alfa 2010 (CLIQUE AQUI para saber mais da Temporada de Dança do Teatro Alfa 2010).

Tobari – Como num Fluxo Inesgotável tem coreografia de Amagatsu  para oito bailarinos, música de Takashi Kako, Yas-Kas e Yochiro Yoshikawa, e teve sua estreía mundial em 2008 no Théâtre de La Ville, em Paris. Os oito bailarinos em cena são: Ushio Amagatsu, Semimaru, Sho Takeuchi, Akihito Ichihara, Ichiro Hasegawa, Dai Matsuoka, Nobuyoshi Asai e Norihito Ishi. Continue lendo

Grupo Corpo abre Temporada de Dança do Teatro Alfa 2010 com Lecuona e Ímã

11 ago

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

"Lecuona"

Comemorando seus 35 anos de existência, o mineiríssimo Grupo Corpo deu ao público o direito de escolha, por meio de votação pela Internet, da coreografia que acompanharia Ímã no programa de 2010. Pois Lecuona (de 2004) venceu a difícil disputa – todos os trabalhos do grupo são excelentes – e compõe o programa que abre hoje – e vai só até segunda-feira (16) – a Temporada de Dança do Teatro Alfa 2010.

Após São Paulo, o Corpo leva esse mesmo espetáculo para Belo Horizonte (Palácio das Artes, 27 a31 de agosto), Salvador (Teatro Castro Alves, 4 e 5 de setembro), Rio de Janeiro (Theatro Municipal, 9 a 12 de setembro) e Brasília (Teatro Nacional, 16 a 19 de setembro).

Este ano, o Grupo Corpo leva seis coreografias – Bach, Breu, ímã, Lecuona, Onqotô e Parabelo – das 12 que tem em repertório para 19 cidades em cinco países – Canadá, Espanha, França, Escócia e Brasil. Se a dança é a mais bela expressão do corpo humano em movimento, o grupo mineiro demonstra isso enfaticamente no palco e na estrada. Os números são impressionantes: ao longo desses 35 anos, a companhia fez 2213 apresentações de 34 coreografias, com uma média de 75 espetáculos por ano, em 206 cidades de 34 países, incluindo o Brasil. Continue lendo

Sete passos de mestre para sete anos de vida da Temporada de Dança do Teatro Alfa

11 jun

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Cia. Sociedade Masculina da Dança estreará nova coreografia

Nem sempre sete é conta de mentiroso. Às vezes é um número mágico como mágica é a arte. Em 2010 o sete tem um significado expressivo para o Teatro Alfa. Para aqueles ansiosos em acompanhar o que há de relevante no universo da dança, no Brasil e no mundo todo, a Temporada de Dança do Teatro Alfa é parte da agenda cultural. Nesse ano ela completa sete anos e traz em sua programação sete companhias, nacionais e internacionais, classificadas por Fernando Guimarães, gerente técnico operacional e responsável pela programação do Teatro Alfa, como “sete significativas companhias. Significativas, pois as sete já participaram de temporadas anteriores. Significativas pois cada uma delas apresenta uma característica única”.

Cia. de Taiwan homenageia 150 anos de Tchekhov

Desde a primeira edição da Temporada de Dança do Teatro Alfa, em 2003, são vendidas “assinaturas” com direito a cadeira cativa (o que garante lugar em espetáculos cujos ingressos esgotam rapidamente, como os do Grupo Corpo), descontos de 15 a 30% no preço dos ingressos da Temporada de Dança – além de descontos em outros espetáculos em cartaz no Teatro Alfa -, 50% de desconto no serviço de Valet Parking (estacionamento com manobrista), atendimento personalizado, entre outras vantagens.

Assisti espetáculos de seis companhias das sete que formam a temporada 2010 e sei que, é importante que se diga, se elas são apenas um pequeno espectro do muito que se faz de interessante na dança contemporânea, pelo menos, há pontos de valor irrepreensível no trabalho delas. Continue lendo

Festivais e SESC SP deixam suas marcas na temporada 2009

22 dez

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo (michelfernandes@superig.com.br)

FARSA esteve no FESTIVAL DE CURITIBA

FARSA esteve no FESTIVAL DE CURITIBA

 

Nesse terceiro artigo em que, segundo o que vi, destaco os espetáculos teatrais que considero pertinentes em ganharem um espaço privilegiado de minhas reflexões, peço licença para destacar a efervescência promovida por festivais de teatro Brasil afora como o Festival de Curitiba, Festival Internacional de Londrina (FILO) e Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto, que fizeram circular espetáculos marcantes, do país ou estrangeiros. Também peço licença para destacar a atuação do SESC SP que, presidido pelo professor Danilo Santos Miranda, responde por projetos e espetáculos de pesquisa e qualidade indiscutível.

As curadorias dos festivais de teatro estão, cada vez mais, direcionadas à trazer para suas cidades de origem um quadro de excelência qualitativa cada vez maior. E a cada ano são apresentados, também, espetáculos de dança, ampliando para as artes do corpo nossa atenção, mesmo por que o hibridismo entre as linguagens se faz necessária de notação.

Dentro do FILO deste ano, a abertura do festival para espetáculos e artistas com diferentes possibilidades físicas e intelectuais, além de um profícuo debate focado na reflexão e discussão da “arte inclusiva” representou um diferencial vanguardista do Festival Internacional de Londrina que, espero, seja contínuo e influencie outros festivais. Continue lendo

Blanche Neige encerra Temporada de Dança 2009 do Teatro Alfa

5 nov

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo (michel@aplausobrasil.com)

<i>Ballet Preljocaj</i> dança <i>Blanche Neige</i>

Ballet Preljocaj dança Blanche Neige

 

Amantes das artes do corpo devem aplaudir de pé e com reverência à Temporada de Dança 2009 do Teatro Alfa pela excelência dos espetáculos apresentados esse ano, tanto os nacionais quanto os internacionais, que encerra com a apresentação de Blanche Neige, de Angelin Preljocaj, de sexta-feira (6) a domingo (8), integrando, também, a programação do Ano da França no Brasil.

Os 26 bailarinos que compõe a companhia francesa de dança, Ballet Prejlocaj, dançam nesse balé inspirado no conto Branca de Neve, dos Irmãos Grimm, com figurinos de Jean Paul Gautier, cenário de Thierrry Leproust e músicas de Gustav Maler, que estreou ano passado na Bienal de Dança de Lyon.

 “Eu tinha um grande desejo de contar uma história, oferecendo algo mágico e encantado. Sem dúvida buscando evitar o rotineiro. Segui a versão dos Irmãos Grimm com apenas algumas variações, baseadas nas minhas interpretações dos símbolos do conto. Bettelheim descreve o conto Branca de Neve como um édipo reverso. A madastra é sem dúvida a personagem central do conto. Por meio dela examinei a sua determinação narcisista de não desistir da sedução e de seu papel como mulher, ainda que isso signifique sacrificar sua enteada. A compreensão dos signos pertence aos adultos assim como às crianças:  é para todos; e é por isso que eu gosto dos contos de fadas”, diz Preljocaj. Continue lendo